29/11/2009

Agenda Novembro/Dezembro

30 de Novembro/1 de Dezembro, à 1.08 h. e 5.32 h.
TVI 24 - Livraria Ideal:
A entrevista de João Paulo Sacadura a Deana Barroqueiro vai para o ar na madrugada de 2ª para 3ª feira, à 1.08 h. e repete às 5.32 h.

3 de Dezembro, às 13.30 h.
TVI 24 - Livraria Ideal: Repetição da entrevista na 5ª feira.

5 de Dezembro, 18.30 h.
Fundão - Hotel Príncipe da Beira
A Ésquilo, Edições e Multimédia, o Hotel Príncipe da Beira e Deana Barroqueiro têm o prazer de os convidar para a apresentação da obra «O Espião de D. João II», feita pela professora e investigadora Dra. Maria Adelaide Neto Salvado.
Seguir-se-á um jantar literário que contará com a presença de todos os interessados. Inscrições abertas no Hotel Príncipe da Beira. O evento tem o apoio da Câmara Municipal do Fundão.

4 comentários:

Luis Bento disse...

Confesso que desconhecia o seu blogue e só aqui entrei por via do facebook. Uma agradável surpresa! A afabilidade com que somos recebidos, em parceria com os textos num português como já não via escrever há muito, brindam os leitores e convidam a visitas assíduas. Fiquei com muita curiosidade e, obviamente, vou espiar... o espião de D.João II...

Anónimo disse...

Muit bem. Bem haja pela vinda à Beira. Lá estaremos. Há algumas obras suas na Biblioteca Eugénio de Andrade do Fundão. A Drª Adelaide Salvado foi uma excelente escolha.
Cumprimentos.
Admirador do Fundão

DEANA BARROQUEIRO disse...

Caro Luís Bento, obrigada! Fico-lhe muito grata pelo comentário, que pode servir de incentivo para outros leitores me escreverem e podermos criar aqui um espaço de conversa e troca de ideias.
Foi esse desejo que nos levou (a mim e à minha amiga brasileira, Angela de Souza, que me organiza o Sítio) a criar este Blogue.
Quando terminar a azáfama da divulgação do livro, espero poder ter mais tempo para escrever aqui com mais frequência, embora o novo romance, que já vai a meio, não tarde a reclamar-me para uma nova clausura de muitos meses.
Gostaria de ter a sua opinião sobre O Espião, sobretudo em relação ao uso do nosso riquíssimo idioma que me obrigou a um esforço violentíssimo para manter um registo muito próximo do Séc. XV, sem "neologismos" dos Séculos XX-XXI.
Bem haja pelas suas palavras.

DEANA BARROQUEIRO disse...

Quanto a si, caro "admirador do Fundão", talvez o possa conhecer no próximo Sábado, dia 5, se me der o prazer da sua presença.
Não conheço pessoalmente a Dra. Maria Adelaide Salvado, mas sei do seu trabalho de investigadora e divulgadora. Considero uma grande honra ter o meu romance apresentado por ela e nunca me cansarei de lhe agradecer a generosidade com que aceitou apresentar, em tão curto prazo, uma obra tão grande.
O meu marido é natural de Alvaidade (Beira Baixa), eu sou descendente de Murtoseiros (Beira Litoral), talvez seja por isso que quase só tenho escrito sobre beirões!
Fiz Conversas com os Alunos de muitas escolas do Fundão e de Castelo Branco e com outros leitores nas Bibliotecas.
Tenho um carinho muito grande por essa região. Por isso, dediquei o romance a muitas famílias dessas terras e da terra do meu pai.
Dê-se a conhecer, por favor, se nos virmos no Fundão. Gostaria muito...